Por que escrever um plano de negócios

Para que um empreendimento possa se desenvolver corretamente e o sucesso almejado, é necessário criar um plano de negócios, devidamente escrito e planejado para que seja seguido passo a passo.

Quem não sabe do que se trata, o plano de negócios é uma ferramenta de gestão empresarial, para planejar e tomar decisões no futuro sobre tudo que diz respeito a empresa, desde produtos, funcionários, estratégias e marketing, reservas financeiras e expansão.

plano de negócios

Para que serve um plano de negócios?

Com um plano de negócios bem definido e rico em detalhes, é possível identificar os riscos que há no negócio e planejar ações para minimizá-los ou extingui-los, afinal, quando se tem consciência da situação detalhada da empresa, as atitudes tomadas podem ir no fundo da questão.

No plano de negócios, os investimentos de reserva feitos são avaliados para saber se estão dando o rendimento esperado ou se é hora de mudar para outro mais adequado.

Da mesma forma que é visto e revisto o capital investido no negócio, o tempo de retorno, o fluxo do caixa, os gastos e despesas da empresa, o lucro final, os impostos pagos e se há algum tipo de mecanismo para facilitar seu pagamento e diminuí-los, ou seja, um verdadeiro mapa estratégico de toda a situação da empresa.

Muito mais dinâmico do que parece, ele precisa ser preparado em tópicos, com informações sempre atuais já que é uma ferramenta volátil. Esses dados permitirão fazer uma comparação mais realista com a concorrência e identificar os pontos favoráveis do negócio e onde ele possui retração.

Como fazer?

O plano de negócios é um documento realizado pelo próprio empreendedor, que pode ter o auxílio de outros gestores da empresa, mas que descreve exatamente o que é todo o negócio, a organização.

Muitos softwares de gestão empresarial possuem esse item para ser realizado. Caso não possua, pode ser feito em planilhas como excel ou da forma que for mais fácil e compreensível para quem irá manipulá-lo.

Composto por várias seções que se relacionam entre si, permite um entendimento geral da estrutura. Esse documento não tem uma regra normativa e nem padronizada, já que cada gestor pode fazer a formatação que for necessária, desde que haja todo o conteúdo relevante.

O importante é manter uma sequência lógica de informações, para que toda a leitura flua e seja compreensível do princípio ao fim. Se for possível, pode ter anexos com tabelas e relatórios de outros setores, para que seja feito um apanhado de informações.

Uma dica para ajudar a montar seu plano é antes montar um Canvas de negócio , com certeza irá ajudar a abrir a mente, ter ideias e um rumo par depois colocar em seu plano de negócios. Leia meu artigo sobre Canvas aqui.

Cadastre seu e-email e receba nossos artigos. Milhares de pessoas já estão recebendo, não fique de fora!!

Mario Cesar Massaro Rivera

Sócio na Amber Sistemas e fundador do blog startando-se onde fala sobre empreendedorismo, produtividade e liderança, com o objetivo de ajudar e inspirar pessoas.

Website: