Multitarefa é mito, não caia nessa

Hoje em dia, com o crescente número de atividades e de funções, a tendência das empresas é procurar por funcionários com maior capacidade de produtividade.

Isso porque, pessoas que conseguem produzir de forma mais rápida as suas funções, contribuem para o desenvolvimento e produtividade também da organização na qual trabalha.

No empreendedorismo, muitos falam que um empreendedor  precisa fazer de tudo e ao mesmo tempo. Concordo se tirar um parte da frase: “e ao mesmo tempo”.

Diante dessa situação, surge assim uma confusão com alguns termos. Por exemplo: é comum que muitas pessoas ainda associem a produtividade com a multitarefa, na qual a pessoa acumula as funções que deveriam ser realizadas por mais de uma pessoa.

No entanto, esse pensamento é errado, pois a multitarefa, apesar de parecer uma boa opção na teoria e para chefes, não passa de um mito na prática, destacando assim, as principais diferenças entre multitarefa e produtividade.

A multitarefa, como o próprio nome diz, se refere ao acúmulo de tarefas.

multitarefa

Isso faz com que a pessoa desempenhe várias funções ao mesmo tempo, prejudicando a sua produtividade.

Esse prejuízo se deve ao fato de que, ao fazer várias coisas ao mesmo tempo, a grande probabilidade é que nenhuma das tarefas seja bem-feita, ou até mesmo, concluída com sucesso.

Diferente da multitarefa, a produtividade é a capacidade de produzir mais uma mesma tarefa.

Ou seja, significa fazer apenas uma função, mas fazê-la de forma satisfatória.

Dessa forma, a produtividade se refere à qualidade e a capacidade de produzir mais, no entanto, a sua própria função, sem considerar outras funções acumuladas.

A produtividade é aumentada quando há uma maior concentração em uma determinada função, portanto, a multitarefa, onde se desenvolve várias atividades ao mesmo tempo, acaba por ser um mito, pois impossibilita essa capacidade de concentração.

Uma forma de garantir a produtividade, além do desempenho de uma só função, é utilizar a Técnica Pomodoro.

Essa estratégia se refere a dividir o tempo de serviço, em blocos de tempos, dando um pequeno intervalo de descanso entre cada bloco.

A Técnica Pomodoro aconselha que cada bloco de tempo deve ter duração de 25 minutos, e durante esse tempo, a pessoa deve se dedicar a uma única atividade. Após os 25 minutos, deve-se fazer uma pausa de 5 minutos. Já escrevi um artigo sobre a Técnica Pomodoro, clique para ler.

Esses pequenos intervalos de descanso contribuem para que o cérebro consiga se concentrar melhor, e, assim, aumenta a sua produtividade.

Mas e para um empreendedor que precisa fazer tudo?

empreendedor tarefas

Bom, realmente um empreendedor precisa, principalmente no começo, acumular funções, mas mesmo assim não precisa fazer tudo ao mesmo tempo.

É melhor dividir o seu tempo. Se organizar para que faça tudo da melhor forma possível.

A base é disciplina e organização. Pensar em estratégias e utilizar ferramentas que auxiliem no controle de todas as tarefas que são importantes e devem ser realizadas.

Lembre-se do foco, produtividade, qualidade e dedicação em cada tarefa

Abraços e até o próximo!

 

Cadastre seu e-email e receba nossos artigos. Milhares de pessoas já estão recebendo, não fique de fora!!

Mario Cesar Massaro Rivera

Sócio na Amber Sistemas e fundador do blog startando-se onde fala sobre empreendedorismo, produtividade e liderança, com o objetivo de ajudar e inspirar pessoas.

Website: