Lidando com a ansiedade de empreender

Decidir montar o próprio negócio é um passo muito importante na vida, que exige planejamento. Afinal, uma empresa não é construída da noite para o dia.

O empreendedor precisa elaborar um plano de negócio bem estruturado, conhecer, em detalhe, o mercado onde deseja atuar para tomar decisões mais seguras.

Nesta fase, é natural sentir ansiedade, pois tudo o que o empreendedor deseja é concretizar a ideia, comemorar os lucros da empresa e sentir-se realizado com o negócio que escolheu dirigir. Porém, a ansiedade em excesso pode atrapalhar, e muito, a realização do projeto.

Como lidar com a ansiedade de empreender?

empreender

Reconheça a ansiedade.

Em primeiro lugar, é necessário diferenciar o transtorno de ansiedade e a ansiedade momentânea, que ocorre geralmente quando estamos diante de decisões importantes, como a abertura de uma empresa.

Quem sofre de transtorno de ansiedade precisa de ajuda médica e terapia para controlar os sintomas. Se não é esse o caso, é mais fácil lidar com a ansiedade de empreender.

Por isso, é fundamental reconhecer se é uma ansiedade passageira ou um distúrbio que necessita de tratamento para não continuar causando prejuízos.

Coloque a ideia no papel.

Na mente, as dificuldades e problemas ganham uma proporção maior, principalmente quando somos tomados pela insegurança, medo, ansiedade, entre outras emoções negativas.

Por isso, o ideal é colocar a ideia no papel.

Antes de elaborar o plano de negócio, escreva livremente o projeto que deseja realizar: tipo de negócio, a localização ideal, investimento inicial necessário, o diferencial em relação aos concorrentes, entre outras informações. Utilizar o Canva de negócios é uma forma simples e prazerosa de fazer isso.

Colocando no papel o que você deseja fazer ajuda a reduzir a tensão interna e você consegue visualizar melhor o empreendimento e definir o passo a passo até que concretizá-lo.

Capacitação para os negócios.

Quanto mais conhecimento você tiver sobre o negócio que deseja abrir, mais seguras serão suas decisões.

Escolha um ramo como o qual se identifica e tem condições financeiras para realizar. Na internet, há conteúdo diversificado sobre gestão empresarial e informações sobre variados negócios.

Além disso, entidades como o Sebrae e associações empresariais realizam cursos para a formação de empreendedores. Você pode fazer cursos à distância ou presenciais.

Participar de algumas palestras e workshops também ajuda a reduzir a ansiedade, pois você terá a oportunidade de conviver com outros empreendedores, compartilhar experiências, formar network.

Construa o negócio passo a passo.

É fundamental seguir um plano de ação para a empresa não acabar no “mundo das ideias”. Se um problema parece insolúvel ou está acima de sua capacidade, no momento, busque caminhos alternativos.

Libere a criatividade.

Qualidade de vida.

Mantenha uma rotina equilibrada.

Reserve uma parte do dia para elaborar o negócio, como se fosse um horário de trabalho ou estudos.

Alimentação saudável, atividade física, lazer, convívio social e familiar e descanso na medida certa são importantes para reduzir a ansiedade.

Assim, é possível ter mais clareza sobre a realidade.

Compartilhe as ideias com pessoas positivas, mas sensatas que possam ajudar você a enxergar outros ângulos da ideia original. Com apoio emocional, você caminha com mais segurança e não teme os desafios do mundo empresarial.

Encare a ansiedade de frente e não deixe que ela seja maior que o sonho de ter o próprio negócio.

Gostou desse artigo? Leia outros posts no blog!

Cadastre seu e-email e receba nossos artigos. Milhares de pessoas já estão recebendo, não fique de fora!!

Mario Cesar Massaro Rivera

Sócio na Amber Sistemas e fundador do blog startando-se onde fala sobre empreendedorismo, produtividade e liderança, com o objetivo de ajudar e inspirar pessoas.

Website: