Empreendedorismo não é brincadeira

Há diversas novas formas de disseminar seu negócio e surgem cada vez mais nomes e modelos a serem seguidos, com a promessa de que o sucesso será alcançado sem grande esforço, através de alguns passos teoricamente desconhecidos da maioria e, portanto, muito valiosos e merecedores de total atenção.

empreendedorismo de palco

O próprio nome Empreendedorismo de Palco, muito em voga nos dias hoje, já diz muito sobre do que se trata: palestras, vídeos ou publicações espetaculares sobre como é possível alcançar o sucesso, sempre pontuados por frases de impacto que inspiram o interlocutor.

Acompanhados de livros de autoajuda para empreendedores, mas que, por vezes, convenientemente não expõe o trabalho árduo que precede o sucesso, exagera em colocações ou não condiz com a realidade do mundo dos negócios.

Livros cheios de imagens e pouquíssimo conteúdo.. Quase nenhum conteúdo.

Em meio ao espetáculo concedido pelo bom vocabulário do palestrante, pode ser que o ouvinte esqueça-se de checar a veracidade da fonte e seja mesmo capturado pela áurea mística dos discursos motivacionais, que prometem a prosperidade de maneira muito simplificada. É, afinal, muito tentador.

Vimos a péssima ideia de misturar empreendedorismo com uma vida de semi-celebridade pouco tempo atrás com esse caso da hamburgueria aí, Certo?

Os seguidores dos empreendedores em questão, até com alguma razão questionaram a forma que foi utilizada para fazer o negócio.

Para eles, para que um financiamento coletivo? Então, os passos que costumam ensinar em palestras ou vídeos não deveriam bastar para iniciar um negócio com as próprias mãos? E, ainda mais, impulsioná-los facilmente ao ponto de equilíbrio, quando os lucros superam o dinheiro investido?

O fato aqui é tema para outro artigo, vejo vários problemas nessa polêmica deste financiamento coletivo em questão. Várias falhas de quem fez e de alguns seguidores também.

Porém, acho que não pode julgar o financiamento coletivo por um mau uso. É uma possibilidade de viabilizar e validar negócios de impactos se for bem utilizado. Também assunto para outro artigo.

Na mesma pegada, o Marketing Digital também tem sido espalhado como a solução extraordinária para alavancar os negócios.

Através da internet, naturalmente há maior facilidade para disseminar sua marca, ter contato direto com o público, examinar tendências e fazer correções em tempo real. Tudo isso procede.

Agora, da facilidade oferecida pelas ferramentas cibernéticas à dita facilidade com a qual o sucesso pode ser alcançado, há um grande entrave.

Tratando-se da internet, afinal, a concorrência é gigantesca, no que as tendências e estratégias mudam constantemente.

Mesmo com toda a facilidade, a inovação ainda precisa falar mais alto – e não são todos que conseguem.

O Marketing Digital, inclusive, facilitou que pessoas, que nunca empreenderam, abrissem contas em redes sociais e utilizando a moda do empreendedorismo de palco, se fazerem de empreendedores, afinal, basta uma imagem com frase motivacional e um textinho qualquer…..

E ai, te enfiar algum curso transformador ou 10 passos para a prosperidade e sucesso….

O que importa, enfim, é não se deixar levar somente por frases de efeito, sentir-se inspirado e achar que tudo irá cair do céu.

O empreendedorismo é muito mais que frases bonitinhas e livros coloridos.

É preciso se atentar aos casos verídicos de sucesso e procurar aprender com quem realmente consolidou um negócio, que teve sucesso ou que até quebrou, mas enfim, casos reais.

Cadastre seu e-email e receba nossos artigos. Milhares de pessoas já estão recebendo, não fique de fora!!

Mario Cesar Massaro Rivera

Sócio na Amber Sistemas e fundador do blog startando-se onde fala sobre empreendedorismo, produtividade e liderança, com o objetivo de ajudar e inspirar pessoas.

Website: